28/01/2011

A IMPACTANTE ARTE COM MATÉRIAS-PRIMAS INUSITADAS DE FEDERICO URIBE


Eu não sei o motivo, mas não rolou nada de interessante na net nos últimos dias. Não encontrei nada que fosse chamativo e me forçasse a dizer "isso vai para o VEL". Aliás, eu percebi que a audiência dos blogs caiu um bocado nos últimos dias. Qual será a explicação, já que estamos praticamente no fim das férias de verão e as pessoas estão começando a acessar com maior frequência a internet de casa?
Para falar a verdade, encontrei um site que merece ser comentado, visto, revisto e apreciado. É, sem dúvida, um dos melhores sites de artes indicados pelo VEL. Trata-se do site do colombiano Federico Uribe.
A primeira coisa que saiu da minha boca quando fucei o site de Uribe foi "Uau". A segunda foi: "Por quê não vemos isso na Bienal de Arte de São Paulo?". Uribe ajudaria a tornar a Bienal mais pop, chamativa e bonita. Sua obra é, além de original, extremamente impactante. Nunca vi nada parecido. Uribe utiliza matérias-primas como lápis, solas de sapatos, parafusos, bicos de mamadeiras e outros objetivos insólitos.
Eu fico admirado com o fato de que nenhuma dessas obras nasceu de passe de mágica, ou foi feita da noite para o dia. Uribe deve levado dias ou mesmo semanas para terminar as suas esculturas e instalações. Mas é um esforço que valeu a pena.
O portfólio de Federico Uribe é atraente e chamativo. Quando vemos um obra, temos curiosidade de ver a outra, e a outra, e a outra. Link

27/01/2011

A ESTRANHA E CURIOSA ARTE DE MATTHIAS SEIFARTH


A arte precisa ser bela para ser interessante? É óbvio que não. Artistas como Hyeronimus Bosch, Francis Bacon, Jackson Pollock, entre outros, pintaram obras esplêndidas sem precisarem recorrer ao belo. Aliás, o que não falta aqui no VEL é arte grotesca. Arte bem feita, por sinal.
O pintor alemão Matthias Seifarth é um desses sujeitos que conseguem fazer arte de qualidade sem ter que recorrer à beleza. Composto basicamente de ilustrações, o portfólio virtual de Seifarth é, no mínimo, esteticamente interessante. Seus personagens são estranhos, melancólicos, sem privilégios físicos e socialmente rejeitados. Isso incomoda um bocado, mas vale a pena conhecer. Entre aqui e dê uma olhada no portfólio de Seifarth.

24/01/2011

AS FOTOS HARMONIOSAS E INSPIRADORAS DE ALEXANDFELIX


Eu pensava que AlexandFelix era um cara, mas a verdade é que são dois. Por sinal, dois sujeitos muito talentosos. O trabalho deles é um único em vários aspectos. Primeiro por usarem o nu sem apelos eróticos ou pornográficos (entenda-se sem "vulgaridade"). Segundo, por conseguirem criar uma harmonia perfeita entre as modelos e os objetos de cena. Terceiro, por trabalharem com uma maquiagem e uma iluminação irretocáveis. Não deve ter sido fácil criar a série 13 Queens. Ela exigiu o máximo das modelos, até que tudo ficasse conforme a idEia dos fotógrafos. Se você gosta de fotografia artística ou simplesmente procura inspiração, dê uma olhada no site de AlexandFelix clicando aqui.

21/01/2011

A CURIOSA ARTE FEITA COM SAPATOS DE GWEN MURPHY


As melhores idéias são as mais simples. Mas, na falta de idéias complicadas ou simples, é sempre bom visitar galerias, museus e sites de arte. Eles são excelentes fontes de inspiração. Veja, por exemplo, a idéia da norte-americana Gwen Murphy. Ela transformou sapatos em obras de arte. Ou melhor, fez arte a partír de sapatos. Eles lembram máscaras africanas. A idéia é simples e o resultado, genial. O detalhe é que ninguém tinha pensado nisso antes. Quer conferir? Então, entre aqui.

20/01/2011

INCRÍVEIS ILUSTRAÇÕES FEITAS COM VELHAS MÁQUINAS DE ESCREVER POR KEIRA RATHBONE


Ninguém nunca precisou de internet... até ela se popularizar. Hoje, não conseguimos imaginar nossas vidas sem internet. Se ela não existisse, nem o VEL seria possível. Por isso, eu quase fiquei louco quando a minha net saiu do ar. Eu não conseguia entrar em nenhum site e era impossível ver meus e-mails. Quiz subir pelas paredes. Mas eis que finalmente ela volta e eu dou de cara com o site da norte-americana Keira Rathbone.
Além de simples, a arte de Keira é produzida com um único instrumento (desconhecido das novas gerações): a máquina de datilografar. É datilografando uma letra aqui e outra ali que Keira compõe suas fantásticas imagens. Não é à tôa que ela consegue viver disso, seu talento é excepcional. Basta observar a imagem acima para se dar conta disso. Quer conhecer o trabalho de Keira Rathbone? Então, clique aqui.

18/01/2011

POEMAS EM PRETO E BRANCO NA INSPIRADORA E BELA FOTOGRAFIA DE CHARLES GROGG


As imagens delicadas e poéticas do fotógrafo Charles Grogg lembram (e muito!) o trabalho do também fotógrafo Robert Mapplelthorpe, um dos maiores profissionais da foto em preto e branco. Se, assim como eu, você aprecia fotos em preto e branco, veja o que Charles Grogg anda fazendo clicando aqui.

17/01/2011

AS CURIOSAS COLAGENS FEITAS COM MAPAS E GUIAS DE RUA DE MATTHEW CUSICK


Eu encontrei muitos sites interessantes na internet. O Jollo, por exemplo, é um site imprescíndivel para quem pretende traduzir textos de outra língua (ele tem várias opções) para o português e vice-versa. O ITunes Movie Trailers é o (excelente) site de trailers da famosa loja virtual da Apple. Outro site que merece uma visita é o Groovershark, uma espécie de mecanismo de busca de músicas. Mas hoje eu quero indicar o site do artista norte-americano Matthew Cusick. Especialista na arte da colagem, Cusick chama a atenção pelas imagens feitas com mapas. Eu certamente já vi todo tipo de trabalho feito com colagem, nunca um como esse. As colagens com mapas chamam a atenção e fazem de Cusick um dos artistas mais originais a aparecer no VEL. Confira você mesmo clicando aqui.

14/01/2011

INSPIRAÇÕES EM DALI E KLIMT NA ENVOLVENTE ARTE DE ADRIAN BORDA


Se conhecesse a obra do artista romeno Adrian Borda, o gênio espanhol Salvador Dali concluiria que não é tão gênio assim. René Magritte provavelmente encerraria a carreira. Mas Borda existe por que Dali e Magritte existiram! Isso fica evidente nas suas influências surrealistas. Aliás, essas influências vão além do surrealismo. A imagem acima, por exemplo, não lembra Gustav Klimt? Alguns quadros lembram Ticiano. Outro lembram Matisse. Conheça o site de Adrian Borda e veja como ele buscou inspiração em outros artistas. E como ainda assim pode ser considerado um sujeito original. Link

13/01/2011

A COLORIDA E ARREBATADORA FOTOGRAFIA DE RUUD VAN EMPEL


Se você aprecia montagens fotográficas, certamente vai gostar do site do fotógrafo holandês Ruud van Empel. Foi uma das melhores coisas que eu encontrei na internet desde que reativei o VEL no início de janeiro. As imagens de Van Empel são de um colorido arrebatador. Emociona. Mesmo quem não gosta de arte cairá de amores por elas. Van Empel é um dos artistas mais originais que o VEL apresentou. Quer tirar a prova? Então, clique aqui e conheça o seu site.

12/01/2011

IMAGENS CAÓTICAS E COM FIGURANTES A PERDER DE VISTA NA FOTOGRAFIA DE ALEXANDRA DIEZ


Poucos sites de fotografia conseguem ser tão divertidos quanto o da espanhola Alexandra Diez Rivera. Alexandra cria imagens caóticas e com personagens a perder de vista. O mais interessante é que cada imagem parece contar uma história. Vale a pena dar uma espiada. Link

10/01/2011

IMAGENS EM MOVIMENTO NA OBRA FOTOGRÁFICA DE OLIVIER VALSECCHI


Após o longo período de férias (longo demais), o VEL está com dificuldade para voltar. A última vez que o blog foi atualizado foi no início de dezembro.
Eu fiquei contente quando voltei e percebi que o número de acessos e de seguidores tinha crescido. Foi uma grande satisfação. Isso estimula a gente. Hoje, eu tenho vergonha de dizer que quase desisti do blog (mais de uma vez!).
Ainda estou procurando novidades sobre arte e internet. Felizmente, encontrei muita coisa boa. O problema é que não vou e nem posso postar (e comentar) tudo ao mesmo tempo. Tenho que ir aos poucos.
A primeira novidade de 2011 é o site do fotógrafo Olivier ValseCchi. Talento ele tem de sobra e suas imagens são muito requeridas pela imprensa estrangeira. Mas o que chama a atenção são as fotos de modelos cobertos de pó. Na galeria Dust, Valsechi apresenta esse modelos em movimentos rápidos, espalhando o pó pelo ar e dando à imagem um aspecto surrealista. O processo de criação é muito simples, mas os resultados são fantásticos. Vale dar uma espiada.
Entre aqui e conheça o site de Olivier ValseCchi.